Centrais divulgam nota de repúdio a nova proposta do governo

Centrais criticam mudanças na legislação trabalhista que retiram direitos dos trabalhadores.




As Centrais dos sindicatos de trabalhadores divulgaram manifesto conjunto repudiando as alterações na legislação que têm atacado direitos trabalhistas. Veja o teor.


Na contramão de países engajados no crescimento, como EUA, Alemanha e China, o governo brasileiro insiste em tirar direitos da classe trabalhadora deixando o povo cada vez mais pobre e com menos recursos.

O novo relatório do Grupo de Altos Estudos do Trabalho – GAET, complementando o desmonte da CLT iniciado em 2017, propõe a modificação de “ao menos 330 alterações em dispositivos legais, a inclusão de 110 regras —entre artigos, parágrafos, incisos e alíneas—, a alteração de 180 e a revogação de 40 delas”, conforme noticiou o jornal Folha de SP. Entre as medidas estão a desregulamentação do trabalho aos domingos, deixando a gerencia do serviço à bel prazer do patrão, a descar