top of page
  • Foto do escritorSTIMMMEI

Extrato do INSS para declarar o IR 2023 está disponível

O extrato de Imposto de Renda do INSS é o informe de rendimentos fornecido anualmente para ajudar na declaração de valores que foram recebidos pelo beneficiário no último ano.



Crédito: Divulgação INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que já está disponível o demonstrativo de rendimentos de segurados para a declaração do Imposto de Renda.


O extrato de Imposto de Renda do INSS é o informe de rendimentos fornecido anualmente pelo instituto para ajudar na declaração de valores que foram recebidos pelo beneficiário no último ano.


O documento já está disponível e pode ser acessado pelo Meu INSS, site ou aplicativo. O cidadão não precisa comparecer a uma agência do INSS para conseguir seu extrato, uma vez que o documento pode ser baixado diretamente pela internet.


Como fazer

O beneficiário precisa acessar o site ou aplicativo do Meu INSS e fazer o login com os dados do Gov.br.

Na barra “Do que você precisa?”, basta digitar “Extrato de Imposto de Renda” e emitir o documento.

No caso de primeiro acesso, o beneficiário terá de informar os dados solicitados para fazer o cadastro.


Outra opção é conseguir o documento junto ao banco onde recebe o benefício.


Prazo do IR

O prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física 2023 (referente ao ano-base 2022) foi ampliado neste ano e vai até 31 de maio.


O limite para entrega costumava ser até 30 de abril. Com a extensão, contribuintes terão de 15 de março até o final de maio para apresentar sua documentação.


Segundo a Receita, o período maior é para facilitar o acesso dos contribuintes à declaração pré-preenchida. A modalidade possui informações como rendimentos, deduções e bens preenchidos automaticamente, sem a necessidade de digitação.


Para poder disponibilizar esses dados, o governo explicou que precisa receber antes informações das empresas e dos prestadores de serviços.


As regras para a declaração, como renda mínima e valores a serem deduzidos, por exemplo, só serão anunciados no fim de fevereiro.


As informações são do G1.

bottom of page