Inflação chega a 10,06% em 2021

Variação é a maior desde 2015



O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "É preciso urgente um projeto de País visando mais investimentos, crescimento sustentável, geração de empregos e renda", afirma o presidente da Força Sindical, Miguel Torres


Com alta de 0,73% em dezembro de 2021, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o indicador oficial de inflação do País, fechou 2021 com avanço de 10,06%, a maior desde 2015, no governo Dilma Rousseff (PT), quando foi de 10,67%.


O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, alerta que inflação alta e descontrolada prejudica os menos favorecidos economicamente. "A inflação corrói muito rápido o salário dos trabalhadores", critica.