MOVIMENTO BRASIL METALÚRGICO REALIZARÁ PLENÁRIA NACIONAL PELOS DIREITOS NESTA 6ª FEIRA

Integrado por entidades metalúrgicas filiadas às centrais sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB, CSP/Conlutas, Intersindical e CGTB, o movimento Brasil Metalúrgico realizará nesta sexta-feira, dia 29, em São Paulo, uma Plenária Nacional dos Trabalhadores da Indústria, de resistência contra o fim dos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários e outras medidas antipopulares do governo e do Congresso Nacional. O evento será das 9h às 14h, no CMTC Clube, na Avenida Cruzeiro do Sul, 808, próximo à estação Armênia do metrô.

Os organizadores estão chamando outras categorias ligadas ao setor industrial e pretendem reunir mais de mil lideranças e ativistas no evento, que vai tirar uma agenda nacional de ações e aprovar manifesto à sociedade. Já confirmaram presença eletricitários, metroviários, petroleiros, alimentação.

Segundo Miguel Torres, presidente da CNTM/Força e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, “o objetivo é trazer mais categorias para a luta contra as maldades do governo, como esta lei trabalhista que foi aprovada”.

A unidade na luta é: * Contra a aplicação da lei (reforma) trabalhista; * Pela integridade das convenções coletivas de trabalho; * Contra o desmonte da Previdência Social; * Pela geração de empregos de qualidade; * Contrato Coletivo Nacional; * Apoio à luta dos servidores públicos; * Contra a privatização da Eletrobras e demais empresas de setores estratégicos para o País. Participam desta ação unificada: Sindicatos, Federações e Confederações dos Trabalhadores Metalúrgicos e de outras categorias da Indústria ligados às centrais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB, CSP/Conlutas, Intersindical e CGTB.